quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Bifes alla parmegiana

O segredo está no molho! O típico molho italiano que pode ser reproduzido não só para estes bifes mas também para as pizzas, massas ou outro tipo de receitas que incluam molho de tomate. Se tiverem "preguicite aguda" como eu, façam em mais quantidade e congelem assim poupam alguns minutos na confecção.

Bifes alla parmegiana - para 2 pessoas
Consistem em bifes (porco, frango...) panados, que são cobertos com queijo e molho de tomate italiano e levados a gratinar no forno.

Ingredientes:
2 bifes já temperados (costumo deixar temperados umas 5h antes de os usar)
Temperos possíveis: sal grosso, pimenta e alho picado
4 fatias de queijo mozarella ou outro fatiado 
Queijo ralado

Para panar:
Farinha de trigo*,pão ralado e 1 ovo.

Molho de tomate italiano:
200g de tomate pelado em pedaços
1/2 cebola picada
1 dente de alho
1 colher de sopa de óleo ou azeite - isto para fazer o refogado eu usei azeite
Oregãos q.b.
Magericão q.b.
Sal e pimenta q.b.
1 folha de louro
1/2 colher de chá de açúcar**
2 colheres de polpa de tomate

NOTA: como o molho italiano demora cerca de 30min +/- a ficar pronto, sugiro que comecem pelo mesmo!

* a farinha de trigo serve para que a "casquinha" de pão ralado que cobre o bife não se descole ou desfaça.
**o açúcar serve para remover acidez do tomate bem como, dar um toque mais saboroso ao molho.

PREPARAÇÃO:
pré aquecer o forno!
Panados: Passar os bifes (previamente temperados) pela farinha de trigo e bater com a palma da mão para garantir que a farinha fica a prender bem o bife.
Em seguida, passar pelo ovo batido até estar coberto totalmente.
Por fim, passar o bife pelo pão ralado e fritar.

Deixar escorrer os bife sobre papel de cozinha.

Molho: Descascar e picar a cebola e o dente de alho.
Levá-los a refogar no azeite/óleo. Juntar o tomate pelado em pedaços pequenos e deixar ferver tudo em lume brando por 15min sem tapar.
Acrescentar o açúcar, o sal, a pimenta e o louro e deixar cozer por mais 10min.
Juntar as ervas aromáticas e continuar a cozer por mais 10min.
Acrescentar a polpa de tomate mexendo bem.

O molho não deve ficar muito liquido, se isso acontecer juntar mais polpa de tomate ou tomate pelado até engrossar.
Passar a varinha mágica para desfazer o tomate. Deixar arrefecer e servir por cima dos bifes (panados e fritos) sobre o queijo e levar ao forno.

Antes de ir para o forno, colocar os bifes sobre um tabuleiro - já untado com margarina, cobri-los com 2 fatias de queijo (em cada um) e regar - generosamente - com o molho de tomate italiano. 
Por o queijo ralado por cima e, se gostarem, mais um pouco de oregãos.

Levar ao forno a 200ºC por 15min ou até o queijo estar gratinado. 
Servir de imediato com a guarnição (batata ou arroz) que quiserem.

Fica, ó, um delicia e é super fácil (apesar de trabalhosa a parte do molho) de fazer.




segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Oceanário e Jardim Zoológico

Sempre gostei de visitar Zoo's e Quintas mas não conhecia o existente da capital. A passagem por Lisboa tinha como objectivo a ida ao Jardim Zoológico e aproveitamos para dar um "mergulho" pelo Oceanário.

OCEANÁRIO
Fiquei surpreendida pela diversidade de espécies que existem nos nossos oceanos e, apesar de, no inicio, não achar muita piada aos peixinhos, diverti-me e aprendi bastante - até porque não existem só peixe por lá.

Sabiam que Oceanário possuí cerca de 500 espécies e cerca de 8mil animais? A exposição permanente está dividida por habitats Oceano global, Atlântico Norte, Antárctico, Pacifico temperado e Indico Tropical. A exposição temporária, era sobre as Florestas Submersas.

Apesar de ter adorado tudo o que vi, eram impossível não salientar o habitat dos pinguins e das lontras - confesso ter passado mais tempo ai - onde decidi por a minha canon em modo video e brevemente coloco aqui alguns desses momentos.

Aqui ficam alguns FRAMES da passagem pelo "aquário gigante"



JARDIM ZOOLÓGICO
Tal como o Oceanário, o Zoo tem como principal objectivo a conservação das espécies e dos seu habitats, dando lhes condições para a reprodução e reintrodução na natureza.

.No Zoo, "vivem cerca de 2mil animais de 330 espécies, a maioria delas infelizmente, em vias de extinção no seu habitat natural". É triste saber que por causa do Homem, animais como o Lince Ibérico, quase não existem e são sítios como os jardins zoológicos que os protegem e ajudam para mais tarde os "devolver" à natureza.

O zoo conta com imensas atracções e apresentações. A baía dos Golfinhos,Alimentação de Leões-marinhos, Alimentação dos Pelicanos, o Bosque Encantado com aves em voo livre e apresentação de répteis, a Quintinha e o Reptilário. Existe também o teleférico e o comboio do Zoo.

De todas, as de salientar, a nível pessoal obviamente, estão a Baía dos Golfinhos e a Alimentação dos Leões-marinhos. Gostei imenso do Templo dos Primatas.

Sabiam que os leões marinhos ao contrário das focas têm orelhas externas?

Algumas fotos e brevemente videos da visita ao Zoo de Lisboa



Como disse a cima, brevemente publico os videos das visitas. E mais fotos da secção FRAMES.

Alguns links interessantes:
OCEANÁRIO: http://www.oceanario.pt/
Jardim ZOOLÓGICO: http://www.zoo.pt/


sábado, 22 de agosto de 2015

Mini-férias

Como tinha relevado no post anterior, apesar de ter poucos dias para desfrutar das minhas férias, aproveitei-as ao máximo! Portimão - Évora - Lisboa! Foi este o roteiro da viagem.

PORTIMÃO 
Juntamente com a minha equipa de andebol de praia o CHELSEA BEACH HANDBALL rumamos do Porto a Portimão para disputar a Fase Final do Circuito Nacional de Andebol de Praia. Obviamente que aproveitamos para, além de jogar, fortalecer mais o espírito de grupo e nos divertimos pelas terras algarvias.

O esforço no campeonato regional do Porto levou-nos a sul mas ficamos com um gosto amargo, a sensação de que merecíamos mais. Não ficamos no pódio e, sinceramente, a organização deixou muito a desejar - mas isso, são outras histórias.

Aqui ficam alguns "flashes".
Estou a trabalhar num video portanto, preparem-se!

ÉVORA
Na vinda para o Porto estava estipulada uma breve passagem de dois dias por Évora. E que passagem. É impressionante o tanto que há para descobrir neste nosso pequeno Portugal.

O centro de Évora rodeado por muralhas é simplesmente belo, tanto que é um dos "mais ricos monumentos do país (...) o que fez com que em 1986 fosse tornado Patrimonio Mundial da Unesco".

Cerca de 1h e picos, nos separavam da magnifica praia (deserta) de Comporta - Alcácer Do Sal que visitamos e aproveitamos o bom tempo que se fazia. À noite tive oportunidade de conhecer o centro da cidade onde quero voltar e explorar com mais tempo.


SANTUÁRIO DE FÁTIMA e LISBOA
Não estava de todo nos meus planos lá passar. Mas planos de ultima hora são sempre bem-vindos.
Não me recordava do Santuário de N. Sra de Fátima, a "sensação de paz" que tão precioso local nos transmite é algo inexplicável. Apesar de ser católica nunca fui muito ligada à religião em si, mas é impossível ficar indiferente aquele lugar.
"Eu sou a luz do mundo. Quem me segue não andas nas trevas mas terá a luz da vida. Jo 8,12"

LISBOA
Quem me tira o Porto tira-me tudo, mas a capital não lhe fica atrás.
A cidade "que cheira bem", a terra do Pastel de Belém, da Torre, do Vasco da Gama e de Fernando Pessoa, tem o seu encanto e, sempre que lá vou fico com o bichinho de a querer descobrir um pouco mais.

2 dias planeados pelos homens. Do itinerário programado por eles, o Oceanário e Jardim Zoológico faziam parte, assim como os restaurantes lisboetas tão bem referenciados.

Aqui deixo apenas as fotos da capital.
Depois faço um novo post com as fotos e referencias por onde andamos e fomos.

E 7 dias dos 11 dias de férias passaram a correr...